FRANS  KRAJBERG: MANIFESTO (idem)

October 10, 2019

 

Riqueza e destruição

 

O documentário Frans Krajberg: Manifesto, da premiada diretora de cinema Regina Jehá (Viva Marajó, 2012), que levou sete anos para ser filmado, consta de uma entrevista com o artista plástico, escultor e gravurista, já aos 95 anos, um ano antes de sua morte, na sua casa na Bahia.

 

Nascido na Polônia e radicado no Brasil, frans faz um relato de sua história pessoal e de seu percurso pelo mundo da arte. Refere ter viajado muito pelo país, mas que ao conhecer a Amazônia, Alto Rio Negro, o contato com a exuberância da natureza do local, o marcou profundamente.

 

Este homem, profundo amante da natureza, engajou-se na luta pela preservação desta recebendo justa homenagem por seu trabalho na 32° Bienal de São Paulo, onde expôs grandes esculturas de madeira, sem saber que aquela seria sua derradeira exposição.

 

O filme possui imagens maravilhosas das matas brasileiras, e, infelizmente, também das queimadas que destroem um patrimônio do país. À medida em que o espectador se envolve com a questão apresentada, passa a entender o porquê do engajamento do artista plástico com a região.

 

O documentário chega às telas num momento propício, de discussões acaloradas sobre o futuro da Amazônia e de sua população nativa. Aborda com seriedade a questão, e só por isto já vale a pena ser visto. estreia em breve. A obra foi exibida na 42º Mostra Internacional de Cinema de São Paulo (2018).

 

 

 

Please reload

Siga-nos:
  • Facebook Classic
  • c-youtube
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now